Tecnologia de Ponta é prioridade para o Grupo Cemise

Cuidar da saúde é essencial para a manutenção da qualidade de vida. Muito mais do que tratar sintomas quando eles aparecem prevenir-se é uma atitude que salva vidas. Os exames são fortes aliados na luta do combate e prevenção de doenças. Os médicos podem optar por um vasto leque de opções a depender da necessidade de cada paciente, sendo um desses a ultrassonografia ou ultrassom que se destaca pela sua importância.
 
Forte aliada na luta pela prevenção e diagnóstico de doenças, o exame de ultrassonografia é muito solicitado pelos médicos. Sabendo da importância desse exame, o grupo Cemise oferece o serviço desde a criação da clínica, há 29 anos, e nos últimos três anos vem investindo intensamente na renovação do seu parque tecnológico.
 
Nesse período adquiriu aparelhos como o Hd11, o Hd15, o affiniti 50 e o affiniti 70 da Philips. Aparelho que de acordo com a Dra. Úrsula Burgos (médica do grupo especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e Membro do Departamento de Imagem em Cardiologia da Sociedade Brasileira de Cardiologia) são aparelhos de última geração, dotados dos mais recentes softwares na área, o que impacta diretamente na qualidade do diagnóstico.
 
Ainda de acordo com a especialista, a qualidade de imagem dos novos aparelhos é o ponto alto. Esse diferencial permite um diagnóstico mais preciso. “A aquisição desses novos equipamentos é bom para os pacientes e para a equipe médica que vê seu trabalho tendo maior resolutividade e reprodutibilidade, tudo isso com ganho no tempo de execução, sem falar em poder contar com as tecnologias mais modernas contidas nas mais recentes diretrizes das diversas sociedades médicas”, pontuou.
 
A aquisição do affiniti, ainda na visão da Dra. Úrsula, foi uma grande aquisição para o parque tecnológico do Grupo CEMISE, que segue a filosofia de estar sempre adquirindo equipamentos de ponta. O aparelho possui um com de uso quase intuitivo, capacidade de memória altíssima, possibilidade de novos pós-processamentos off-line (ou seja, mesmo depois de o exame executado é possível refazer medidas e criar novas), imagens com resolução temporal e espacial extraordinárias, além de softwares recém-lançados utilizados para melhor definir a função cardíaca, contribuindo para um diagnóstico precoce de futuras disfunções clinicamente relevantes.
 
Para o médico ultrassonografista Dr. Sandro Rangel a tecnologia dos novos aparelhos de ultrassom interferem diretamente na otimização do diagnóstico. “Os exames que demandam diagnóstico por imagem utilizam muita tecnologia e o avanço da aparelhagem torna os equipamentos antigos obsoletos. Com a modernização ganha o médico que realiza o exame e sobretudo o paciente que terá acesso a aparelhos com tecnologia de ponta”, ressaltou.
 
Ainda na visão do Dr. Sandro imagens mais nítidas durante o exame proporcionam ao medico ultrassonografista uma melhor interpretação e documentação dos achados no exame, isto possibilita ao médico assistente uma facilidade no entendimento do caso.
  
O resultado da renovação do parque de ultrassonografia é continuar atendendo os pacientes com uma qualidade que já é histórica além de ir de encontro com as necessidades do próprio corpo clínico. O resultado é a excelência no atendimento que torna o Grupo Cemise referência nos serviços prestados em todo o estado.

ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS